Jornal Valor Econômico: CRDC quer crescer com avanço da duplicata eletrônica

por | jan 28, 2022 | Interview | 0 Comentários

O potencial das duplicatas eletrônicas na indústria de recebíveis

 

A CRDC foi o foco da matéria para o Jornal Valor Econômico sobre o avanço das duplicatas eletrônicas e seu reconhecimento como ativo financeiro no Brasil. 

Ivan Lopes, CEO da CRDC, conta como a companhia colaborou na formatação do arcabouço jurídico para esse reconhecimento em um mercado trilionário e de potencial enorme.

A CRDC, que recebeu autorização do Banco Central para atuar como Registradora em 2019,  acompanhou as dificuldades para que a interoperabilidade de recebíveis de cartões de crédito se tornasse funcional, para poder aplicar o sistema também no registro de duplicatas. 

 

Pioneira no uso de blockchain

 

A Plataforma CRDC foi pioneira no uso de blockchain e a tecnologia possibilitou características como a imutabilidade, segurança e rastreabilidade no sistema de registro de duplicatas, exigências do Bacen como regulador das registradoras de recebíveis.

 

“O registro das duplicatas ainda não é obrigatório, mas diminui a assimetria de informação, gera um ambiente mais competitivo, transparente e, assim, acaba favorecendo mais operações de crédito.”  (Ivan Lopes)

 

O Jornal ainda cita as três verticais que a CRDC atua: duplicatas, cédula de produtor rural (CPR); e na área de seguros, com o sistema de registro de operações (SRO). 

No caso do SRO, desde agosto o “registro passou a ser obrigatório para operações relativas a apólices, certificados e bilhetes dos seguros classificados no grupo de riscos financeiros”

Entre as funcionalidades da plataforma, está a emissão de documento digital, garantindo seu lastro, validação e monitoramento. 

 

“As pequenas e médias empresas já entenderam que existem outros caminhos de conseguir crédito que não via banco, como no caso dos FIDCs. As duplicatas digitais vão ajudar muito nisso. Nosso papel é ajudar o empreendedor a ter acesso a diferentes ofertas de crédito”. (Ivan Lopes)

 

Acesse o link com a matéria completa para assinantes aqui.

Post relacionado.

Siga a CRDC nas redes sociais: linkedin / facebook / instagram.

Conteúdo Relacionado

Nenhum resultado encontrado

A página que você solicitou não foi encontrada. Tente refinar sua pesquisa, ou use a navegação acima para localizar a postagem.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.